Orientação Pedestre - Excelente arranque do GDUA na temporada 2020!

06-03-2020

Depois de ter terminado a temporada de 2019 com a melhor pontuação de sempre, o Grupo Desportivo União da Azoia (GDUA), iniciou a época de 2020 de Orientação Pedestre a todo o vapor!

Castelo de Vide e Portalegre, serviram de palco para mais uma edição no Norte Alentejano O' Meeting (NAOM), prova de elevada qualidade e que já vai na sua 14.ª edição, estando a sua organização a cargo do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos (GD4C). Este evento, realizado no fim de semana de 25 e 26 de janeiro, contou com 2 etapas de floresta pontuáveis para a Taça de Portugal e ainda, com uma prova de Sprint, realizada em Alegrete e que contou para o troféu NAOM. O facto de duas destas três provas serem consideradas WRE (World Ranking Event), fez com que muitos atletas estrangeiros estivessem presentes.

O contingente "azoiano" foi o maior de sempre em provas da Taça de Portugal de Orientação Pedestre - 38 atletas, com alguns atletas (tanto jovens como adultos), a estrearem-se oficialmente no Desporto da Floresta. Estiveram presentes em competição um total de 877 atletas, em representação de 128 clubes e 19 países. Apenas um clube levou mais atletas do que o GDUA ao Norte Alentejano.

No 1.º dia de competição, e durante a parte da manhã, a prova de Distância Média realizou-se no excelente mapa (da autoria de Raquel Costa) de Vale do Lobo W e Herdade da Chainça, freguesia de Alagoa, com os atletas a correrem pelos verdes (e molhados!) campos, com alguns detalhes rochosos e também alguma vegetação rasteira.

Durante a tarde, foi tempo dos atletas disputarem um Sprint na localidade de Alegrete (Portalegre), que com o seu castelo e desnível acentuado, criou dificuldades acrescidas aos participantes.

Para o segundo dia, estava reservada mais uma prova de Distância Média em Floresta, desta feita, realizada em Castelo de Vide - Joucel e Ribeira de São João. Mais um excelente mapa (elaborado pelo cartógrafo Tiago Aires), do qual sobressaem os imensos detalhes rochosos, alguma vegetação rasteira e por vezes, algum desnível acentuado.

Coletivamente, o GDUA classificou-se num fantástico 5.º lugar (recorde-se, em 128 equipas), e conseguiu ainda a nível individual, os seguintes lugares de destaque: Joana Canana e Carolina Rusga foram respetivamente, 2.ª e 3.ª s classificadas no escalão W14, Luísa Gaboleiro 3.ª classificada no escalão W55 e, Rodrigo Rusga, 3.º classificado em M12.

Segue-se um período supercompetitivo com a realização do Campeonato Ibérico Masculino em Espanha (15 e 16 de fevereiro), Portugal O' Meeting - Sines e Santiago do Cacém (22 a 25 de fevereiro), e ainda o Arraiolos O' Meeting - 29 de fevereiro e 1 de março. No total, estarão 6 etapas da Taça de Portugal em disputa, sendo que o GDUA levará a todas as cores do concelho de Sesimbra, perspetivando-se nova participação recorde de número de atletas no POM. Chega longe - bem longe! - a luz do farol do Cabo Espichel.